PROBLEMAS. CAP enfrenta lesões em série nos últimos 15 dias e tem jogo decisivo no domingo

Time pode ter que improvisar em Uberlândia, devido à sequência de lesões

 Fotos: Rede Hoje

 

CAP-ATENDIMENTO

 

Os problemas físicos – como esse do zagueiro Juninho - se avolumam, especialmente por fadiga muscular


Por Luiz Antônio Costa | Rede Hoje


Quando o clube mais precisa do time inteiro, problemas de contusões ficam cada vez mais frequentes no Clube Atlético Patrocinense, pelo menos para quem observa de fora. Nada menos que quatro atletas estão lesionados ou mostrando problemas de fadiga muscular nos últimos dias, às vésperas do jogo contra o Uberlândia, que será neste domingo, 4, no Parque do Sabiá em Uberlândia. 

 

Primeiro foi Rodolfo Mol, que sofreu uma contusão, no mínimo, estranha. No jogo em Poços de Caldas, o zagueiro levou uma bolada na coxa direita e não teve condição de continuar. Foi substituído por Juninho. O médico previu que o problema muscular duraria pelo menos 10 dias. 

 

Sábado, foi a vez de Diego Borges. No jogo contra o Villa Nova, Borges, sentiu um problema, também na coxa, e teve que sair de campo, sendo substituído por Nilo. A previsão do médico, Otávio Sia, é de que também ficará pelo menos 10 dias parado. 

 

CAP-CONTUNDIDO

Juninho(de cabeça baixa) e Danilo Tarracha(o segundo): preocupados

 

Outros problemas. O drama continua no time titular. Nesta quarta-feira, o lateral Danilo Tarracha deu claras manifestações de estar vivendo o mesmo problema: fadiga muscular. Ele não treinou com os demais. Ficou o tempo todo dando corridas em volta do campo e parando para tratamento com gelo na perna esquerda. 

 

Para culminar no final do treino, Juninho – que substitui o zagueiro Rodolfo Mol, sofreu um torcicolo no treino desta quarta-feira e saiu direto do estádio Daniel Caldeira para o consultório do Dr. Otávio Sia.

CAP - DENER

O preparador físico do CAP, Dener Lima de Azevedo

 

Motivos. O preparador físico do CAP, Dener Lima de Azevedo, não existe nenhuma constatação de o excesso de carga de trabalho físico. “Quando pegamos o time a situação era difícil, assumi o trabalho e assumo a responsabilidade pela parte física”. Interrogado como estava o elenco, Dener Azevedo diz que “eu só respondo do nosso jogo pra frente, aí posso dizer que os atletas responderam bem”, disse.

 

Juninho e Nilo deveriam ser os titulares no Parque do Sabiá. Nilo está garantido, quando a Juninho, a não ser que se recupere até sábado, terá que ser substituído. Se houver necessidade de fazer alguma alteração as opções são: Romário e Mateus Mendes que seriam que ser improvisados. Na terça-feira, o técnico Welington Fajardo comentou que a primeira preocupação é com essa situação. 

 

Sobre Rodolfo Mol o preparador físico disse: “nós estamos trabalhando em conjunto com o departamento médico. O Rodolfo(Mol) já começa a transição nesta quinta-feira. Como fizemos com o Ângelo e deu tudo certo”, apostou. 

 

Palavras do médico. O médico do clube, Otávio Sia, disse à Rede Hoje, nesta quinta-feira, pela manhã que “o Diego Borges está vetado e o Rodolfo Mol está em recuperação, talvez seja liberado para o banco de reservas. O Juninho foi uma dor na coluna, a princípio deve jogar”, tranquilizou.

 

CAP-TREINO-28-2-18

 

O treino desta quinta-feira, 28


paneladebarro rh 600x100 12122015